REZANDO O TERÇO EM FAMÍLIA Família, uma Casa em construção! Oração à luz da nova DGAE - 2019/2023 Orientações para a celebração: (Providenciar um altar para Nossa Senhora, 50 copinhos de café com areia e uma flor para cada copinho. Os copinhos deverão formar, antes do início da reunião, o contorno de um terço. Cada copinho representará as contas pequenas e, nas contas grandes, o Pai Nosso deverá ser destacado de forma diferente. Deixe as 50 velas próximas à imagem de Nossa Senhora. A cada Ave Maria recitada, um participante deverá adiantar-se até à imagem, acender a vela e, em seguida, colocar a vela no copinho de café com areia e guardar para si, a flor. Em seguida retorne ao seu lugar e o próximo participante deverá proceder da mesma forma, até o término do terço. OBS: a vela que será acesa por você, aos pés de Maria, será em sinal de gratidão. A flor que você colherá, significa a graça recebida). Dirigente Estimados irmãos e irmãs, sejam todos bem vindos! Iniciemos nosso Encontro na presença do Senhor, nosso Pai Amado, agradecendo a Ele pela oportunidade de refletirmos sobre nossa vivência conjugal e familiar. Aos pés de Nossa Senhora, Maria e Mãe, vamos depositando, em silêncio, nossas intenções pelas quais rezaremos este santo terço. Também traga em seu coração as pessoas pelas quais precisam de oração, pessoas que estejam necessitando da paz e do amor de Deus e o afago materno de Maria. (silêncio) Dirigente: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo! TODOS: Amém! Dirigente "Chamou os que Ele mesmo quis... para estarem com Ele... e para enviá-los a anunciar..." (Mc 3,13-15). "O tempo atual exige de todos nós a renovação de forças missionárias para bem cumprir a tarefa de anunciar a Palavra de Deus e, assim, promover a paz, superar a violência, construir pontes em lugar de muros, oferecer a misericórdia de Cristo Jesus como remédio para a vingança e reacender a luz da esperança para vencer o desânimo e as indiferenças. Essa é nossa vocação, pois somos discípulos missionários a anunciar o Reino de Deus até a plenitude." (DGAE-2019/2023). Por isso, a nossa resposta deve ser: (Canto) Eis-me aqui, Senhor! Eis-me aqui, Senhor! Pra fazer Tua Vontade, pra viver do Teu Amor. Pra fazer Tua Vontade, pra viver do Teu amor. Eis-me aqui, Senhor! 1 . O Senhor é o Pastor que me conduz / Por caminhos nunca vistos me enviou. Sou chamado a ser fermento sal e luz / E por isso respondi: aqui estou! 2 . Ele pôs em minha boca uma canção / Me ungiu como profeta e trovador. Da história e da vida do meu povo / E por isso respondi: aqui estou! Leitor 1: Com Maria de Nazaré aprendemos a dizer "SIM" ao chamado de Deus e dela colhemos os ensinamentos para bem vivermos a experiência da evangelização sustentada nos quatro pilares que nos são propostos para a edificação da nossa Família - uma casa sempre em construção: PALAVRA, PÃO, CARIDADE e AÇÃO MISSIONÁRIA. Façamos esta reflexão e roguemos à nossa Mãe, Senhora de tantos nomes, de tantas cores, de tantas raças, mas a Senhora do Amor e da Vida, que nos ajude a sermos fiéis à missão que recebemos, recitando o Terço em seu louvor. Dirigente Além deste nosso propósito coloquemos, nesta oração, nossos agradecimentos a Deus, por intercessão de Maria, pelas graças alcançadas em nossa vida pessoal, em nossa família, em nossa ação pastoral. TODOS: Creio em Deus Pai, todo poderoso.... TODOS: Pai Nosso.... 3 Ave Maria.... Glória ao Pai.... Nossa Senhora da Paz, rogai por nós! (Canto) Maria, minha mãe, Maria/ Queria te falar de amor/ Mostrar que em meu peito aberto/ Cultivo um jardim em flor/ Cultivo um jardim de rosas que não têm espinhos pra te machucar/ Cultivo um jardim tão lindo rosas perfumadas pra te ofertar/ Maria, eu que não sabia como era tão sublime amar/ Maria, eu que não sabia como era tão sublime amar 1° Mistério: PALAVRA Leitor 2: Neste primeiro Mistério, contemplamos as atitudes da Virgem Maria que escuta, obedece e guarda em seu coração a PALAVRA, desde o anúncio do Anjo: "Faça-se em mim segundo a tua Palavra" (Lc 1,38) e também quando "...por sua vez, guardava todas essas coisas, meditando-as em seu coração" (Lc 2,19). Leitor 3: Rezemos pelas famílias, para que tenham em sua rotina momentos para a escuta e meditação da Palavra de Deus, pois esta é uma das colunas que as sustenta. "As pequenas comunidades são ambientes propícios para a acolhida dos que buscam a Deus. A partir do encontro com a Palavra e da experiência de vida fraterna na comunidade, as pessoas são introduzidas no processo de Iniciação à Vida Cristã." (DGAE, 89) TODOS: Pai Nosso.... 10 Ave Maria.... Glória ao Pai.... Nossa Senhora da Alegria, rogai por nós! (Canto) "Venham, venham todos, para a Ceia do Senhor/ Casa iluminada, mesa preparada, com paz e amor/ Porta sempre aberta, Pai amigo, aguardando acolhedor/ Vem do alto, por Maria, este pão que vai nos dar/ Pão dos anjos, quem diria/ nos fará ressuscitar." 2° Mistério: PÃO Leitor 4: No segundo Mistério, contemplamos a presença de Maria na Igreja nascente. 'Todos tinham os mesmos sentimentos e perseveravam em oração, com algumas mulheres, entre as quais Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos dele." (At 1,14) "E partiam o PÃO nas casas, tomando o alimento com alegria e simplicidade de coração. Louvavam a Deus e eram estimados por todo o povo." (At 2,46-47) Leitor 5: Que as famílias de hoje também celebrem a partilha, se unam ao redor da mesa, em sua Igreja doméstica, e da Mesa da Eucaristia, para que esta proximidade entre irmãos estabeleça a comunhão almejada por todos. "A comunidade eclesial, como cosa que nutre seus filhos, é sustentada pela oração... Pela oração cotidiana, os membros da comunidade se sentem consolados, redescobrem sua dignidade de filhos e filhas de Deus, tomam consciência de que são colaboradores de Deus na missão e são impelidos a saírem ao encontro das pessoas e à prática da misericórdia." (DGAE, 95) TODOS: Pai Nosso.... 10 Ave Maria.... Glória ao Pai.... Nossa Senhora da Paz, rogai por nós! (Canto) Imaculada Maria de Deus / Coração pobre acolhendo Jesus/ Imaculada Maria do povo/ Mãe dos aflitos que estão junto à Cruz. Olhos abertos pra sede do povo / Passo bem firme que o medo desterra/ Mãos estendidas que os tronos renegam / Reino de Deus que renova esta terra!
3° Mistério: CARIDADE Leitor 6: Neste terceiro Mistério, contemplamos a disposição de Maria em servir. O AMOR se manifesta no serviço ao próximo. "Maria partiu apressadamente para a região montanhosa, a uma cidade de Judá. Entrou na casa de Zacarias e saudou Isabel." (Lc 1,39-40). Maria nos lições de CARIDADE e socorro aos necessitados. Leitor 7: "A caridade deve animar a existência inteira dos fiéis leigos e, consequentemente, também a sua atividade política vivida como 'caridade social'." (DGAE, 107) Que sejamos capazes de olhar para as necessidades e sofrimentos dos outros e inspiremos palavras e ações para confortar os desanimados e oprimidos, como Cristo fez, como Maria também nos ensinou. TODOS: Pai Nosso.... 10 Ave Maria.... Glória ao Pai.... Nossa Senhora da Piedade, rogai por nós! (Canto) No banquete da festa de uns poucos, só rico se sentou. Nosso Deus fica ao lado dos pobres, colhendo o que sobrou. Muito tempo não dura a verdade, nestas margens estreitas demais. Deus criou o infinito pra vida ser sempre mais. É Jesus este Pão de igualdade, viemos pra comungar, com a luta sofrida de um povo que quer, ter voz, ter vez, lugar. Comungar é tornar-se um perigo, viemos pra incomodar, com a fé e a união nossos passos um dia vão chegar. 4° Mistério: AÇÃO MISSIONÁRIA Leitor 8: No quarto Mistério, contemplamos a Santíssima Virgem Maria que, em comum oração com os apóstolos e discípulos de Jesus, à espera do Espírito prometido (cf. At 1, 13-14), "cooperou com o nascimento da Igreja missionária, imprimindo-lhe um selo mariano que a identifica profundamente". Em virtude de sua maternidade espiritual, a Virgem de Pentecostes fortalece os vínculos fraternos entre nós, estimula a reconciliação e o perdão e ajuda a nós, discípulos de Jesus Cristo, a nos experimentar como família: a família de Deus. Leitor 9: "A comunidade expressa sua MISSIONARIEDADE também quando 'assume os compromissos que colaboram para garantir a dignidade do ser humano e a humanização das relações sociais' (CNBB, Doe. 100, n. 185) tais como gestos de acolhida, amparo na tribulação, consolação no luto, defesa de direitos e sede de justiça." (DGAE, 117) Que o exemplo de Maria nos inspire a todo momento em nossa vida de cristãos, discípulos missionários. TODOS: Pai Nosso.... 10 Ave Maria.... Glória ao Pai.... Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, rogai por nós! (Canto) Me chamaste para caminhar na vida contigo, decidi para sempre seguir-te não voltar atrás / me puseste uma brasa no peito e uma flecha na alma, é difícil agora viver sem lembrar-me de ti. Te amarei, Senhor/ te amarei, Senhor/ eu só encontro a paz e a alegria bem perto de ti! (2x) 5° Mistério: A COMUNIDADE CASA Leitor 10: No quinto Mistério, contemplamos Maria como modelo de esposa e mãe. A Sagrada Família é proposta pela Igreja como modelo de todas as famílias cristãs, pois nela Deus está sempre no centro de suas decisões e ocupa sempre o primeiro lugar em tudo. Deus projetou a sociedade humana sobre a família: ela é sua célula-mãe. Sem uma família sólida, conforme o plano e a vontade de Deus, o homem não pode ser feliz e a sociedade não pode ser equilibrada, justa e pacífica. Desde que Deus desejou criar o homem e a mulher sua imagem e semelhança" (Gn 1, 26), Ele os quis "em família". Consagremos e confiemos nossa família à Sagrada Família de Nazaré, modelo e arquétipo de todas as famílias, rogando a Jesus, Maria e José que concedam a todos que participaram desse Encontro, as suas copiosas bênçãos. Leitor 11: "A família é o ponto de chegada para nossa ação pastoral e o ponto de partida para a vida comunitária mais ampla" (DGAE, 138). "As famílias constituem-se como sujeito fundamental da ação missionária da Igreja, lugar de iniciação à vida cristã" (DGAE, 140). "Enquanto casa, as comunidades que queremos são espaço do encontro, da ternura e da solidariedade, o lugar da família e têm suas portas abertas" (DGAE, 129) para sempre acolher e enviar em missão. TODOS: Pai Nosso.... 10 Ave Maria.... Glória ao Pai.... Nossa Senhora Aparecida, rogai por nós! (Canto) É no campo da vida que se esconde um tesouro / Vale mais que o ouro, mais que a prata que brilha. É presente de Deus, é o céu já aqui / O amor mora ali e se chama família. Como é bom ter a minha família, como é bom! / Vale a pena vender tudo o mais para poder comprar. Esse campo que esconde um tesouro, que é puro dom / é meu ouro, meu céu, minha paz, minha vida, meu lar. TODOS: Salve Rainha.... Oração Final TODOS: Ó Deus, de quem procede toda a paternidade no céu e na terra, faz que, nesta terra, por teu Filho Jesus, nascido de mulher, e pelo Espírito Santo, fonte de caridade divina, cada família humana se torne um verdadeiro santuário de vida e amor para as gerações que se renovam sem cessar. Que tua graça oriente os pensamentos e as ações dos esposos para o bem das suas famílias e de todas as famílias do mundo. Que as jovens gerações encontrem na família um apoio inquebrantável, que as torne sempre mais humanas e as faça crescer na vida e no amor. Que o amor, fortalecido pela graça do Sacramento do Matrimônio, seja mais forte que todas as fraquezas e crises, conhecidas pelas nossas famílias. Enfim, pedimos-Te, por intercessão da Virgem de Nazaré, que, em todas as ações da terra, a Igreja possa cumprir, com fruto, a sua missão na família e pela família. Amém! Dirigente: Estamos terminando mais um encontro. Peçamos a benção ao Pai amado que nos guarda. Deus nos abençoe e nos guarde. Amém. Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém. Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém. Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém. TODOS: Amém!
COMUNIDADE PALAVRA PÃO CARIDADE AÇÃO MISSIONÁRIA COMUNIDADE PALAVRA PÃO CARIDADE AÇÃO MISSIONÁRIA
REZANDO O TERÇO EM FAMÍLIA Família, uma Casa em construção! Oração à luz da nova DGAE - 2019/2023 Orientações para a celebração: (Providenciar um altar para Nossa Senhora, 50 copinhos de café com areia e uma flor para cada copinho. Os copinhos deverão formar, antes do início da reunião, o contorno de um terço. Cada copinho representará as contas pequenas e, nas contas grandes, o Pai Nosso deverá ser destacado de forma diferente. Deixe as 50 velas próximas à imagem de Nossa Senhora. A cada Ave Maria recitada, um participante deverá adiantar-se até à imagem, acender a vela e, em seguida, colocar a vela no copinho de café com areia e guardar para si, a flor. Em seguida retorne ao seu lugar e o próximo participante deverá proceder da mesma forma, até o término do terço. OBS: a vela que será acesa por você, aos pés de Maria, será em sinal de gratidão. A flor que você colherá, significa a graça recebida). Dirigente Estimados irmãos e irmãs, sejam todos bem vindos! Iniciemos nosso encontro na presença do Senhor, nosso Pai Amado, agradecendo a Ele pela oportunidade de refletirmos sobre nossa vivência conjugal e familiar. Aos pés de Nossa Senhora, Maria e Mãe, vamos depositando, em silêncio, nossas intenções pelas quais rezaremos este santo terço. Também traga em seu coração as pessoas pelas quais precisam de oração, pessoas que estejam necessitando da paz e do amor de Deus e o afago materno de Maria. (silêncio) Dirigente: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo! TODOS: Amém! Dirigente "Chamou os que Ele mesmo quis... para estarem com Ele... e para enviá-los a anunciar..." (Mc 3,13-15). "O tempo atual exige de todos nós a renovação de forças missionárias para bem cumprir a tarefa de anunciar a Palavra de Deus e, assim, promover a paz, superar a violência, construir pontes em lugar de muros, oferecer a misericórdia de Cristo Jesus como remédio para a vingança e reacender a luz da esperança para vencer o desânimo e as indiferenças. Essa é nossa vocação, pois somos discípulos missionários a anunciar o Reino de Deus até a plenitude." (DGAE-2019/2023). Por isso, a nossa resposta deve ser: (Canto) Eis-me aqui, Senhor! Eis-me aqui, Senhor! Pra fazer Tua Vontade, pra viver do Teu Amor. Pra fazer Tua Vontade, pra viver do Teu amor. Eis-me aqui, Senhor! 1. O Senhor é o Pastor que me conduz / Por caminhos nunca vistos me enviou. Sou chamado a ser fermento sal e luz / E por isso respondi: aqui estou! 2. Ele pôs em minha boca uma canção / Me ungiu como profeta e trovador. Da história e da vida do meu povo / E por isso respondi: aqui estou! Leitor 1: Com Maria de Nazaré aprendemos a dizer "SIM" ao chamado de Deus e dela colhemos os ensinamentos para bem vivermos a experiência da evangelização sustentada nos quatro pilares que nos são propostos para a edificação da nossa Família - uma casa sempre em construção: PALAVRA, PÃO, CARIDADE e AÇÃO MISSIONÁRIA. Façamos esta reflexão e roguemos à nossa Mãe, Senhora de tantos nomes, de tantas cores, de tantas raças, mas a Senhora do Amor e da Vida, que nos ajude a sermos fiéis à missão que recebemos, recitando o Terço em seu louvor. Dirigente Além deste nosso propósito coloquemos, nesta oração, nossos agradecimentos a Deus, por intercessão de Maria, pelas graças alcançadas em nossa vida pessoal, em nossa família, em nossa ação pastoral. TODOS: Creio em Deus Pai, todo poderoso.... TODOS: Pai Nosso.... 3 Ave Maria.... Glória ao Pai.... Nossa Senhora da Paz, rogai por nós! (Canto) Maria, minha mãe, Maria/ Queria te falar de amor/ Mostrar que em meu peito aberto/ Cultivo um jardim em flor/ Cultivo um jardim de rosas que não têm espinhos pra te machucar/ Cultivo um jardim tão lindo rosas perfumadas pra te ofertar/ Maria, eu que não sabia como era tão sublime amar/ Maria, eu que não sabia como era tão sublime amar 1° Mistério: PALAVRA Leitor 2: Neste primeiro Mistério, contemplamos as atitudes da Virgem Maria que escuta, obedece e guarda em seu coração a PALAVRA, desde o anúncio do Anjo: "Faça-se em mim segundo a tua Palavra" (Lc 1,38) e também quando "...por sua vez, guardava todas essas coisas, meditando-as em seu coração" (Lc 2,19). Leitor 3: Rezemos pelas famílias, para que tenham em sua rotina momentos para a escuta e meditação da Palavra de Deus, pois esta é uma das colunas que as sustenta. "As pequenas comunidades são ambientes propícios para a acolhida dos que buscam a Deus. A partir do encontro com a Palavra e da experiência de vida fraterna na comunidade, as pessoas são introduzidas no processo de Iniciação à Vida Cristã." (DGAE, 89) TODOS: Pai Nosso.... 10 Ave Maria.... Glória ao Pai.... Nossa Senhora da Alegria, rogai por nós! (Canto) "Venham, venham todos, para a Ceia do Senhor/ Casa iluminada, mesa preparada, com paz e amor/ Porta sempre aberta, Pai amigo, aguardando acolhedor/ Vem do alto, por Maria, este pão que vai nos dar/ Pão dos anjos, quem diria/ nos fará ressuscitar." 2° Mistério: PÃO Leitor 4: No segundo Mistério, contemplamos a presença de Maria na Igreja nascente. 'Todos tinham os mesmos sentimentos e perseveravam em oração, com algumas mulheres, entre as quais Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos dele." (At 1,14) "E partiam o PÃO nas casas, tomando o alimento com alegria e simplicidade de coração. Louvavam a Deus e eram estimados por todo o povo." (At 2,46-47) Leitor 5: Que as famílias de hoje também celebrem a partilha, se unam ao redor da mesa, em sua Igreja doméstica, e da Mesa da Eucaristia, para que esta proximidade entre irmãos estabeleça a comunhão almejada por todos. "A comunidade eclesial, como cosa que nutre seus filhos, é sustentada pela oração... Pela oração cotidiana, os membros da comunidade se sentem consolados, redescobrem sua dignidade de filhos e filhas de Deus, tomam consciência de que são colaboradores de Deus na missão e são impelidos a saírem ao encontro das pessoas e à prática da misericórdia." (DGAE, 95) TODOS: Pai Nosso.... 10 Ave Maria.... Glória ao Pai.... Nossa Senhora da Paz, rogai por nós! (Canto) Imaculada Maria de Deus / Coração pobre acolhendo Jesus/ Imaculada Maria do povo/ Mãe dos aflitos que estão junto à Cruz. Olhos abertos pra sede do povo / Passo bem firme que o medo desterra/ Mãos estendidas que os tronos renegam / Reino de Deus que renova esta terra! 3° Mistério: CARIDADE Leitor 6: Neste terceiro Mistério, contemplamos a disposição de Maria em servir. O AMOR se manifesta no serviço ao próximo. "Maria partiu apressadamente para a região montanhosa, a uma cidade de Judá. Entrou na casa de Zacarias e saudou Isabel." (Lc 1,39-40). Maria nos dá lições de CARIDADE e socorro aos necessitados. Leitor 7: "A caridade deve animar a existência inteira dos fiéis leigos e, consequentemente, também a sua atividade política vivida como 'caridade social'." (DGAE, 107) Que sejamos capazes de olhar para as necessidades e sofrimentos dos outros e inspiremos palavras e ações para confortar os desanimados e oprimidos, como Cristo fez, como Maria também nos ensinou. TODOS: Pai Nosso.... 10 Ave Maria.... Glória ao Pai.... Nossa Senhora da Piedade, rogai por nós! (Canto) No banquete da festa de uns poucos, só rico se sentou. Nosso Deus fica ao lado dos pobres, colhendo o que sobrou. Muito tempo não dura a verdade, nestas margens estreitas demais. Deus criou o infinito pra vida ser sempre mais. É Jesus este Pão de igualdade, viemos pra comungar, com a luta sofrida de um povo que quer, ter voz, ter vez, lugar. Comungar é tornar-se um perigo, viemos pra incomodar, com a fé e a união nossos passos um dia vão chegar. 4° Mistério: AÇÃO MISSIONÁRIA Leitor 8: No quarto Mistério, contemplamos a Santíssima Virgem Maria que, em comum oração com os apóstolos e discípulos de Jesus, à espera do Espírito prometido (cf. At 1, 13-14), "cooperou com o nascimento da Igreja missionária, imprimindo-lhe um selo mariano que a identifica profundamente". Em virtude de sua maternidade espiritual, a Virgem de Pentecostes fortalece os vínculos fraternos entre nós, estimula a reconciliação e o perdão e ajuda a nós, discípulos de Jesus Cristo, a nos experimentar como família: a família de Deus. Leitor 9: "A comunidade expressa sua MISSIONARIEDADE também quando 'assume os compromissos que colaboram para garantir a dignidade do ser humano e a humanização das relações sociais' (CNBB, Doe. 100, n. 185) tais como gestos de acolhida, amparo na tribulação, consolação no luto, defesa de direitos e sede de justiça." (DGAE, 117) Que o exemplo de Maria nos inspire a todo momento em nossa vida de cristãos, discípulos missionários. TODOS: Pai Nosso.... 10 Ave Maria.... Glória ao Pai.... Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, rogai por nós! (Canto) Me chamaste para caminhar na vida contigo, decidi para sempre seguir-te não voltar atrás / me puseste uma brasa no peito e uma flecha na alma, é difícil agora viver sem lembrar-me de ti. Te amarei, Senhor/ te amarei, Senhor/ eu só encontro a paz e a alegria bem perto de ti! (2x) 5° Mistério: A COMUNIDADE CASA Leitor 10: No quinto Mistério, contemplamos Maria como modelo de esposa e mãe. A Sagrada Família é proposta pela Igreja como modelo de todas as famílias cristãs, pois nela Deus está sempre no centro de suas decisões e ocupa sempre o primeiro lugar em tudo. Deus projetou a sociedade humana sobre a família: ela é sua célula-mãe. Sem uma família sólida, conforme o plano e a vontade de Deus, o homem não pode ser feliz e a sociedade não pode ser equilibrada, justa e pacífica. Desde que Deus desejou criar o homem e a mulher "à sua imagem e semelhança" (Gn 1, 26), Ele os quis "em família". Consagremos e confiemos nossa família à Sagrada Família de Nazaré, modelo e arquétipo de todas as famílias, rogando a Jesus, Maria e José que concedam a todos que participaram desse Encontro, as suas copiosas bênçãos. Leitor 11: "A família é o ponto de chegada para nossa ação pastoral e o ponto de partida para a vida comunitária mais ampla" (DGAE, 138). "As famílias constituem-se como sujeito fundamental da ação missionária da Igreja, lugar de iniciação à vida cristã" (DGAE, 140). "Enquanto casa, as comunidades que queremos são espaço do encontro, da ternura e da solidariedade, o lugar da família e têm suas portas abertas" (DGAE, 129) para sempre acolher e enviar em missão. TODOS: Pai Nosso.... 10 Ave Maria.... Glória ao Pai.... Nossa Senhora Aparecida, rogai por nós! (Canto) É no campo da vida que se esconde um tesouro Vale mais que o ouro, mais que a prata que brilha. É presente de Deus, é o céu já aqui / O amor mora ali e se chama família. Como é bom ter a minha família, como é bom! / Vale a pena vender tudo o mais para poder comprar. Esse campo que esconde um tesouro, que é puro dom / é meu ouro, meu céu, minha paz, minha vida, meu lar. TODOS: Salve Rainha.... Oração Final TODOS: Ó Deus, de quem procede toda a paternidade no céu e na terra, faz que, nesta terra, por teu Filho Jesus, nascido de mulher, e pelo Espírito Santo, fonte de caridade divina, cada família humana se torne um verdadeiro santuário de vida e amor para as gerações que se renovam sem cessar. Que tua graça oriente os pensamentos e as ações dos esposos para o bem das suas famílias e de todas as famílias do mundo. Que as jovens gerações encontrem na família um apoio inquebrantável, que as torne sempre mais humanas e as faça crescer na vida e no amor. Que o amor, fortalecido pela graça do Sacramento do Matrimônio, seja mais forte que todas as fraquezas e crises, conhecidas pelas nossas famílias. Enfim, pedimos-Te, por intercessão da Virgem de Nazaré, que, em todas as ações da terra, a Igreja possa cumprir, com fruto, a sua missão na família e pela família. Amém! Dirigente: Estamos terminando mais um encontro. Peçamos a benção ao Pai amado que nos guarda. Deus nos abençoe e nos guarde. Amém. Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém. Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém. Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém. TODOS: Amém!
COMUNIDADE PALAVRA PÃO CARIDADE AÇÃO MISSIONÁRIA COMUNIDADE PALAVRA PÃO CARIDADE AÇÃO MISSIONÁRIA Imprimir
SEGUNDA FEIRA Família, uma Casa em construção!

CELEBRAÇÕES EM FAMÍLIA

DIOCESE DE LUZ - MG