PASTORAL FAMILIAR

Diocese de luz - MG
CELEBRANDO PASCOA EM FAMÍLIA
Tudo muito simples: toalha branca sobre a mesa, uma vela no centro (será acesa durante a oração), Bíblia e flores. A mesa deverá estar arrumada para a refeição e, esta, deverá estar encaminhada para que ao terminar a oração, possa ser servida. A família se reúne ao redor da mesa. Obs.: Onde está à referência Pai e Mãe pode ser feito por outra pessoa, se necessário. Pai: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Todos: Amém. Mãe: Invocamos-te, Deus da vida. Invocamos-te, Deus da luz. Invocamos-te, Deus do Universo. Bendito sejas! Pela Ressurreição de Jesus conduze-nos à Vida em plenitude. Dirige-nos para teu amor e concede-nos a tua bênção. (a mãe acende a vela que está na mesa. Depois reza) Mãe: Senhor nosso Deus, invocamos tua luz, tua direção e tua paz. Protege-nos das forças do mal. Nesta festa da luz, festa da ressurreição de Jesus, nós te bendizemos porque nos conservaste até o dia de hoje. Que esta casa seja abençoada e que a luz da tua benevolência brilhe Sobre todos nós, trazendo-nos a paz. Todos: Amém, Amém. Pai: Estamos, aqui, para celebrar a vida de todos nós. Celebrar Cristo Ressuscitado e dar graças por tudo o que vivemos: alegria e dor, preocupações e prazer, abandono e solidariedade, tristeza e festa, desunião e amor, derrotas e vitórias, morte e ressurreição. Todos: Senhor toma-nos pela mão e conduze-nos ao teu Reino, para que possamos, um dia, contemplar teu olhar de amor. Amém. Filho(a) mais novo(a): Por que estamos rezando juntos? Que significado tem a Páscoa para nós? Pai: Meus queridos, ontem, na grande celebração do Sábado Santo, foram lidas as passagens da Bíblia, onde narram o amor de Deus por todos nós, desde a criação do mundo, a presença do pecado na vida da pessoa humana, a escravidão no Egito, a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus. A Ressurreição de Jesus mostra para todos nós o quanto somos amados por Deus. Com a sua Morte, Jesus reparou o coração humano que fora desfigurado pelo pecado e nos mostrou a beleza da vida divina. Hoje, nós vemos que o mundo, as pessoas, as famílias precisam conhecer a realidade dessa vida. Por isso fazemos festa. Celebramos a vida de Jesus e a nossa vida, cantamos nossa vitória em Deus, anunciamos a misericórdia de Deus e o seu perdão. É por isso que rezamos juntos. (as pessoas erguem a mão direita e rezam) Todos: Glorificado sejas, ó Deus bendito, porque nos reunimos em teu amor, como família que se ama e se respeita e quer testemunhar a tua misericórdia. Dá-nos a graça da perseverança em teu amor e, assim, podermos contemplar a tua glória. Amém. Pai: Na nossa vida nem tudo é tranquilidade, nem tudo é alegria. Temos preocupações e, muitas vezes, desanimamos, mesmo sabendo que Jesus nunca nos abandona. Ele mesmo disse: "Coragem, eu venci o mundo". Um membro da família recita o Salmo 27 O Senhor é minha luz e salvação; de quem eu terei medo? O Senhor é a proteção da minha vida; perante quem eu tremerei? Quando avançam os malvados contra mim, querendo devorar-me, são eles, inimigos e opressores, que tropeçam e sucumbem; Se inimigos se acamparem contra mim, não temerá meu coração; se contra mim uma batalha estourar mesmo assim confiarei. Ao Senhor eu peço apenas uma coisa, e é só isto que eu desejo: habitar no santuário do Senhor, por toda a minha vida; saborear a suavidade do Senhor e contemplá-lo no seu templo. Pois um abrigo me dará sob o seu teto nos dias da desgraça; no interior de sua tenda há de esconder-me e proteger-me sobre a rocha. E agora minha fronte se levanta em meio aos inimigos. Ofertarei um sacrifício de alegria no templo do Senhor. Cantarei salmos ao Senhor e hinos de louvor. Todos: Senhor, nesta celebração pascal, queremos colocar em tuas mãos nossas vidas, pensamentos, desejos, ações... confessamos que nem sempre vivemos, pensamos, desejamos ou agimos de acordo com os teus desígnios de amor, de paz, de tolerância e de respeito por toda criação, pela vida e por nossa família. Perdoa-nos e ajuda-nos a viver na alegria da unidade familiar. (a mãe coloca o alimento sobre a mesa, depois o pai invoca a Bênção) Pai: Bendito sejais, Senhor Deus do Universo, pelo alimento que temos para a nossa refeição. Acolhe nossa prece e transforma-a em sinais de tua graça, força e vida. Pois é de ti que nos vem a força para lutar contra a morte, o desejo de amor em meio à diversidade, a sinceridade do riso, do abraço e da partilha. Concede a graça da unidade em nossa família. Todos: Bendito seja Deus para sempre e a nós o reconhecimento por tantas dádivas. Que possamos praticar o gesto da partilha. Amém. Pai: Jesus Ressuscitou! Aleluia! Todos: Pai nosso que estais nos céus... Pai e mãe: Que a Força que abriu o sepulcro nos abençoe em nossas fraquezas; Que o Amor que venceu a morte nos ajude a vencer a indiferença; Que a presença do Consolador nos faça viver tranquilos e em paz. Todos: Amém. Amém. Aleluia! Aleluia! Pai: Unidos nessa cumplicidade da partilha da nossa refeição, vamos dar o abraço da paz e a saudação de Feliz Páscoa. Feliz Páscoa! Tempo de meditar, de buscar, de agradecer, de plantar a paz. Tempo de oração!!! Tempo de abrir os braços, de abrir as mãos e de ser mais irmão. Tempo de recomeçar! Tempo de concessão, de compromisso, de salvação. Tempo de perdão. Tempo de libertar, de libertação, de passagem, de passar... Para onde? Para a luz, para o amor, para a vida que é eterna! Tempo de Ressurreição!!!...
Comissão Diocesana da Pastoral Familiar Comissão Diocesana da Pastoral Vocacional
CELEBRAÇÕES CELEBRANDO PASCOA EM FAMÍLIA