PASTORAL FAMILIAR

Diocese de luz - MG
NATAL EM FAMÍLIA
Providenciar uma vela grande para colocar no centro e uma para cada membro da família e uma vasilha com areia para colocar as velas no momento oportuno. O presépio deverá estar em destaque. A Bíblia deverá também estar sobre a mesa, pois será usada durante a celebração. Músicas de Natal podem ser usadas como fundo musical durante a celebração. Acolhida Dirigente: Neste dia tão esperado e comemorado por todos nós cristãos, vamos louvar e agradecer ao Senhor da vida, refletindo sobre o Natal, tempo de partilha, perdão, alegria, festa, amizade, luz! Festeja o Natal verdadeiro, quem deixa Cristo nascer no seu coração. O coração que acolhe Jesus é transformado, porque Cristo é transformação. Festeja o Natal, quem reúne a família e os amigos para o abraço e a vivência da fraternidade, pois o Natal é também a festa da Vida! (Uma pessoa acende a vela maior). Dirigente: Jesus é a “luz verdadeira, que vindo ao mundo a todos ilumina.” (Jo 1,9) Iniciemos esta reflexão com muita fé, amor e confiança. Todos: Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém. (pode ser cantado) Dirigente: Como é bom estarmos reunidos em família para juntos celebrarmos o Natal, fortalecendo assim nossos vínculos de amor e de partilha! Durante este ano que se finda, muitas coisas importantes aconteceram em nossas vidas. Neste momento, vamos relembrar o fato que mais marcou a vida de cada um de nós, agradecendo a Deus por isso. (uma pessoa de cada vez acende sua vela na vela maior e espontaneamente compartilha com o grupo o acontecimento mais especial de sua vida, neste ano) Após cada fala respondamos: Todos: Ó luz do Senhor, que vem sobre a terra, inunda meu ser, permanece em nós! Proclamação da Palavra de Deus Canto de aclamação Leitor 1: Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 2,1-20 1. Naqueles dias, o imperador Augusto publicou um decreto, ordenando o recenseamento em todo o império. 2. Esse primeiro recenseamento foi feito quando Quirino era governador da Síria. 3. Todos iam registrar-se, cada um na sua cidade natal. 4. José era da família e descendência de Davi. Subiu da cidade de Nazaré, na Galileia, até à cidade de Davi, chamada Belém, na Judéia, 5. para registrar-se com Maria, sua esposa, que estava grávida. 6. Enquanto estavam em Belém, se completaram os dias para o parto, 7. e Maria deu à luz o seu filho primogênito. Ela o enfaixou, e o colocou na manjedoura, pois não havia lugar para eles dentro da casa. 8. Naquela região havia pastores, que passavam a noite nos campos, tomando conta do rebanho. 9. Um anjo do Senhor apareceu aos pastores; a glória do Senhor os envolveu em luz, e eles ficaram com muito medo. 10. Mas o anjo disse aos pastores: "Não tenham medo! Eu anuncio para vocês a Boa Notícia, que será uma grande alegria para todo o povo: 11. hoje, na cidade de Davi, nasceu para vocês um Salvador, que é o Messias, o Senhor. 12. Isto lhes servirá de sinal: vocês encontrarão um recém-nascido, envolto em faixas e deitado na manjedoura." 13. De repente, juntou-se ao anjo uma grande multidão de anjos. Cantavam louvores a Deus, dizendo: 14. "Glória a Deus no mais alto dos céus, e paz na terra aos homens por ele amados." 15. Quando os anjos se afastaram, voltando para o céu, os pastores combinaram entre si: "Vamos a Belém, ver esse acontecimento que o Senhor nos revelou." 16. Foram então, às pressas, e encontraram Maria e José, e o recém-nascido deitado na manjedoura. 17. Tendo-o visto, contaram o que o anjo lhes anunciara sobre o menino. 18. E todos os que ouviam os pastores, ficaram maravilhados com aquilo que contavam. 19. Maria, porém, conservava todos esses fatos, e meditava sobre eles em seu coração. 20. Os pastores voltaram, glorificando e louvando a Deus por tudo o que haviam visto e ouvido, conforme o anjo lhes tinha anunciado. Palavra da Salvação. Todos: Glória a Vós, Senhor! Vamos refletir sobre a Palavra de Deus Leitor 2: Foi na simplicidade de uma manjedoura, em um estábulo, nada mais que um abrigo para animais, que José e Maria encontraram um lugar para acolher o Filho de Deus, que era esperado como rei, cheio de poder e glória. Leitor 3: É apenas isso que o Senhor nos pede: que nosso coração seja uma manjedoura que possa acolher Jesus. E é a Virgem Maria quem, na manjedoura do nosso coração, vem deixar Jesus. Leitor 4: Jesus é o alimento que nos dá vida nova, vida em abundância. É Jesus que chega de mansinho, na simplicidade, se tornando humano como qualquer um de nós. Vamos viver agora a alegria do Natal! Maria e José pedem lugar nesta casa para que Jesus possa nascer em cada coração aqui presente. Leitor 5: Façamos, então, de nosso coração uma manjedoura para acolher Jesus nosso Salvador, pois o Natal é a festa do Amor. Com alegria, cantemos todos juntos: Noite Feliz! Noite Feliz, Noite Feliz Oh, Senhor Deus do amor Pobrezinho nasceu em Belém Eis na lapa Jesus, nosso bem Dorme em paz, oh! Jesus Dorme em paz, oh! Jesus Noite Feliz, Noite Feliz Oh, Jesus Deus da luz. Quão afável é o Teu coração Que quiseste nascer Nosso irmão E a nós todos salvar. E a nós todos salvar Noite Feliz, Noite Feliz Eis que vem no ar vem cantar Aos pastores os anjos do céu Anunciando a chegada de Deus De Jesus Salvador De Jesus Salvador Preces: 1. Por todos nós aqui reunidos, e pelos nossos familiares que não puderam estar celebrando este Natal conosco, pedimos para que o nascimento de Cristo nos faça renascer para uma vida nova, de justiça, paz e amor. Por isso, rezemos: Todos: Senhor, ouvi nossa oração. 2. Pelas famílias que nada têm, pelos desempregados, pelos que trabalham nesse momento e não podem partilhar conosco a alegria do nascimento de Jesus, rezemos. Todos: Senhor, ouvi nossa oração. 3. Por aqueles cujos filhos não têm consciência da importância do bom relacionamento familiar para mantê-los equilibrados, úteis à sociedade e tementes a Deus, rezemos. Todos: Senhor, ouvi nossa oração. 4. Senhor, que tua graça oriente os pensamentos e as ações dos pais para o maior bem de suas famílias. Que tenham paciência e compreensão para com seus filhos, rezemos: Todos: Senhor, ouvi nossa oração. (Neste momento, colocam-se as velas junto à vela maior.) Dirigente: Agora, de mãos dadas vamos rezar a oração que Jesus nos ensinou. Pai Nosso... Bênção Dirigente: Vamos colocar a mão direita no ombro de quem está ao nosso lado e vamos pedir a benção do Senhor. Todos: Pai do céu, a Sagrada Família é a inspiração de todos nós que celebramos o Natal. Maria e José dão testemunho de cuidado e de carinho para com seu filho Jesus. Derrama Senhor as bênçãos sobre os pais, mães e seus filhos. Que eles permaneçam forte e corajosos. Que tenham saúde e animo para crescerem na fé e sejam portadores da verdadeira sabedoria. Por Jesus, Teu Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém. Canto: Ilumina, Ilumina (Padre Zezinho) Propósito de Vida: Natal é nascimento, é vida nova, novo começo. Propomos que a partir deste Natal, cada um de nós aqui presente se comprometa a melhorar um aspecto de seu relacionamento, melhorando assim harmonia dentro do ambiente familiar. Abraços de Feliz Natal Confraternização: É um rico momento de partilha entre familiares e amigos presentes. Neste momento, todos se abraçam ao som de uma música natalina.
Comissão Diocesana da Pastoral Familiar Comissão Diocesana da Pastoral Vocacional
CELEBRAÇÕES NATAL EM FAMÍLIA