PASTORAL FAMILIAR

Diocese de luz - MG
DIA DAS MÃES
CELEBRAÇÃO PARA O DIA DAS MÃES Orientações para o dirigente ou equipe: Preparar uma mesa com a imagem de Nossa Senhora ou da Sagrada Família, Bíblia, vela, flores. Os recursos: aparelho de som, CDs, violão, equipe de animação. Providencie um coração feito em cartolina ou papel cartão e que, à medida que as pessoas vão chegando, sejam orientadas a escrever no coração o nome de sua mãe ou responsável e o nome de uma mãe por quem queiram orações. Entregar no final da celebração, uma lembrança feita com um pouquinho de sal dentro de um saquinho. E um cartão com a frase: Mãe você é o sal que dá sabor a nossa vida. Dirigente: Que todos se sintam acolhidos a esta celebração. Estamos reunidos em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém. Canto: "Olhando a Sagrada Família" (durante o canto entronizar a estampa ou imagem de Maria ou da Sagrada Família) Dirigente: Hoje nos reunimos para refletir e rezar por todas as mães, para que sejam admiráveis na sua fé, na sua confiança e no espírito de doação. Que Maria, a Mãe de Deus e nossa seja para todas as mães um modelo de desprendimento e dedicação, de ternura e bondade que deve ser imitado. Todos: Senhor, que a exemplo de Maria sejamos fiéis a Vossa Vontade. Ato penitencial Pais: Pelas vezes que não valorizamos o papel fundamental da mãe em nossas vidas; nós vos pedimos, Senhor: Todos: Piedade, piedade, piedade de nós. (cantado) Filhos: Pelas vezes que não respeitamos nossas mães, sobretudo as que vivenciam os dias de sua velhice; nós vos pedimos Senhor: Todos: Piedade, piedade, piedade de nós. (cantado) Mães: Pelas vezes que o nosso sim teve reservas, não foi disponibilidade total; nós vos pedimos, Senhor: Todos: Piedade, piedade, piedade de nós. (cantado) Dirigente: Deus, que é nosso Pai, tenha compaixão de nós, perdoe nossos pecados e nos conduza á vida eterna. Todos: Amém Canto de aclamação: "Eu vim para escutar" ou outro escolhido pela equipe. (Durante o canto, fazer a entronização da Bíblia, com uma vela acesa). Leitura Bíblica: Mateus 5,13 a 16. 13. "Vocês são o sal da terra. Ora, se o sal perde o gosto, com que poderemos salgá-lo? Não serve para mais nada; serve só para ser jogado fora e ser pisado pelos homens. 14. Vocês são a luz do mundo. Não pode ficar escondida uma cidade construída sobre um monte. 15. Ninguém acende uma lâmpada para colocá-la debaixo de uma vasilha, e sim para colocá-la no candeeiro, onde ela brilha para todos os que estão em casa. 16. Assim também: que a luz de vocês brilhe diante dos homens, para que eles vejam as boas obras que vocês fazem, e louvem o Pai de vocês que está no céu." Palavra da Salvação Todos: Glória Vós, Senhor! Reflexão Leitor 1: Neste evangelho, é feita a comparação de dois elementos essenciais da vida dos seres humanos. O sal e a luz são ricos e completam-se entre si. O sal serve para temperar, dar gosto e sabor aos alimentos. Assim como as mães o fazem na vida de seus filhos. É ela quem vai dar o verdadeiro sabor ao seu filho pelo seu testemunho, ensinamentos e acolhimento. Todos: Que nossas mães saibam ser o verdadeiro sal que dá sabor em nossa vida! Leitor 2: Somos chamados a conservar a fé que recebemos e transmiti-la aos outros. O batismo nos torna filhos de Deus, herdeiros e missionários do seu Reino. Podemos dizer que este é o desafio de uma mãe, através dos seus ensinamentos para que seus filhos conheçam e amem Jesus. Leitor 1: Além do sal, temos que ser luz. A luz que Jesus nos fala no Evangelho é a fé. Esta fé é um dom gratuito de Deus que vem iluminar nosso coração. No dia do nosso batismo é acesa a luz da nossa fé, onde pais e padrinhos assumem que irão cuidar desta chama para que a mesma não se apague. Mães: Senhor dai-nos a graça de cada dia sermos sal e luz na vida dos nossos filhos e na convivência em nossa casa, para que possamos ser suas testemunhas em nossa sociedade e no mundo em que vivemos. Muitos são os desafios e as dificuldades. Mas nossa fé nos sustenta e o exemplo e a coragem de Maria nos animam a prosseguir com esperança e fidelidade. Todos: Amém. Preces: 1. Para que as Mães não se deixem enganar. Sejam quais forem suas habilidades, competências e posição social, a maior de todas é a maternidade. Conceber, gerar, educar, e formar, os filhos que Deus lhe deu, é a sua maior missão. Por isso nós vos pedimos: Todos: Maria, Mãe de Jesus, ajudai-nos e iluminai-nos. 2. Para que as mães não desprezem a importância da presença paterna em casa, para seus filhos e para o lar. Até mesmo Jesus Cristo quis necessitar de um pai terreno, de um lar fundado no amor e no matrimônio! Por tudo isto nós vos pedimos: Todos: Maria, Mãe de Jesus, ajudai-nos e iluminai-nos. 3. Para que, no amor de Cristo, sejamos família para as mães solteiras, separadas ou abandonadas, quando a história vivida lhes impuser cargas muito pesadas. Nós vos pedimos: Todos: Maria, Mãe de Jesus, ajudai-nos e iluminai-nos. 4. Para que reflitamos sobre a dominação ou a desvalorização da mulher no passado e que ainda persiste no presente. E que tenhamos consciência da igual dignidade da mulher e do homem, nós vos pedimos: Todos: Maria, Mãe de Jesus, ajudai-nos e iluminai-nos. 5. Para que as mães, com a ajuda de Deus, aceitem o desafio de superar as dificuldades e injustiças e colaborem na vivência do amor, da paz e da solidariedade, nós vos pedimos. Todos: Maria, Mãe de Jesus, ajudai-nos e iluminai-nos. 6. Para que as mães colaborem e apoiem a decisão vocacional de seus filhos, nós vos pedimos. Todos: Maria, Mãe de Jesus, ajudai-nos e iluminai-nos. 7. Pelas mães idosas, solitárias, doentes ou desprezadas, nós vos pedimos. Todos: Maria, Mãe de Jesus, ajudai-nos e iluminai-nos. Dirigente: (Pedimos às mães que fiquem no centro da roda, e que cantem com fé esta oração.) Ó minha Senhora e também minha mãe, eu me ofereço, inteiramente todo a vós. E em prova de minha devoção, eu hoje vos dou meu coração. / Consagro a vós meus olhos, meus ouvidos, minha boca. Tudo o que sou, desejo que a vós pertença. / Incomparável mãe, guardai-me, defendei-me, como coisa e propriedade vossa. Amém. Canto: Maria de Nazaré ou outro adequado para o momento. (Nesta hora, pode-se passar a imagem de Nossa Senhora a cada mãe. Oração final: Pai Nosso e Ave Maria (Todos de mãos dadas). Após a oração final, cada Mãe abraça seu filho ou uma criança presente com o desejo intenso de abençoá-lo traçando o sinal da cruz em sua testa. Leitor 1: Entregar a lembrança feita com um pouquinho de sal dentro de um saquinho e um cartão com a frase: Mãe você é o sal que dá sabor á nossa vida. Dirigente: O Senhor nos abençoe, em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Todos: Amém
Comissão Diocesana da Pastoral Familiar Comissão Diocesana da Pastoral Vocacional
CELEBRAÇÕES PARA REZAR EM FAMÍLIA DIA DAS MÃES